Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O mundo felino do Riscas e do Rafael

Durante quase 5 anos, o Riscas foi o único felino da casa. Em agosto de 2017, trouxemos para casa o Rafael de 4 meses. Não foi amizade à primeira vista. É da convivência destes dois felinos que trato neste blogue.

O mundo felino do Riscas e do Rafael

19.Set.17

Espero melhores dias para os felinos, principalmente para o Riscas

A vinda de um segundo gato, deveria  de ser algo bem ponderado, bem estudado. O espaço, o tempo para nos dedicarmos a eles, as idas ao veterinário, a condição financeira, o comportamento e feitio do gato residente. Digo isto, porque ando um pouco atrapalhada. Eu apenas me afeiçoei ao Rafael e desejei trazê-lo para casa. Julguei que o Riscas ia ficar feliz por poder conviver com alguém da sua espécie, e trouxe-o. As precauções que tomei,  além do  banho, apenas  a desparasitação. Pensei que depois teria tempo para as vacinas e o resto...

 

A adaptação não está a ser fácil, mas também já foi pior.  Cerca de  mês depois, de convivência entre os dois,   o Riscas apanhou úlcera no olho, que derivou possivelmente   de uma patada do Rafael ou de algum vírus que ele possa ter trazido. E agora, dei com um hematoma na cabeça do Riscas, ainda esperei que passasse, mas como não passou fui de novo com ele à veterinária, mas desta vez, aparentemente não é grave, é exostose, segundo a veterinária, deve ter sido uma pancada que o Riscas deu. Certamente foi nas brincadeiras parvas dos dois...

 

Mas, bem vistas as contas, quis poupar o dinheiro de uma consulta do Rafael ao veterinário, e já fui com o Riscas, umas quantas vezes nos últimos dias.

 

Parece que desde que o Rafael para cá veio, o Riscas tem andado sempre doente,  deprimido, parece abatido. Isso deixa-me triste e preocupada.

 

Mas se tento por um em cada divisão, eles ficam é porta a miar um para o outro. Hoje o Riscas tentava abrir a porta onde o Rafael estava fechado. Parece que mesmo não sendo eles os melhores amigos, sentem-se melhor juntos do que separados.

 

Até o dono grande tem andado com alergias, o mais novo, nem tanto, felizmente.

 

Não tem sido fácil, mas eu continuo com esperança, que isto seja só uma fase...

 

riscas-e-rafael.jpg