Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O mundo felino do Riscas e do Rafael

Durante quase 5 anos, o Riscas foi o único felino da casa. Em agosto de 2017, trouxemos para casa o Rafael de 4 meses. Não foi amizade à primeira vista. É da convivência destes dois felinos que trato neste blogue.

O mundo felino do Riscas e do Rafael

10.Fev.18

Será que quer ir?

Anabela
O gato Rafael passa tanto tempo em frente ás janelas, a olhar para os pássaros, para as pessoas, para os carros...vejo que segue os movimentos com a cabeça. Será que deseja ir para a rua? Será que sente essa necessidade e não é completamente feliz por estar fechado!? Ele viveu no campo os seus primeiros 4 meses de vida, será que sente saudades!? Por vezes fico com um certo aperto, de pensar se ele é feliz aqui ou se lhe falta essa liberdade...
07.Out.17

Gato com nariz entupido

Anabela
Já depois de vacinado, o Rafael começou a espirrar. Hoje de manhã, quando ele me foi acordar, reparei que estava com o nariz entupido e a respiração era idêntica a quando nós estamos constipados. Ainda pensei em ligar à veterinária, mas ultimamente tenho-a chateado tanto...Resolvi consultar primeiro o Dr. Google. A maioria dos sites, aconselha a ir ao veterinário (certamente assumem que toda a gente pode pagar as consultas). Mas, pesquisando melhor, encontrei algo que fazia (...)
03.Out.17

Missão vacinação felinos cumprida

Anabela
É verdade, o Rafael já está vacinado, assim como o Riscas... Cada um deles já tem o seu boletim de vacinas.Consegui orientar para que as datas das vacinas não sejam ao mesmo tempo, por causa dos gastos. O Riscas será sempre em março, enquanto o Rafael em outubro.E ainda me deram esta bolsa muito gira para ter tudo guardado e orientado!  
02.Out.17

Rafael, um gato à antiga

Anabela
O menino Rafael José das Neves Gato, não tem as mesmas preferências a nível alimentar que o Riscas. O Riscas só gosta de ração, o Rafael gosta de tudo: ração, saquetas húmidas, leitinho da whiskas (de manhã assim que me vê pede o leite), comida dos humanos, tudo o que apanhar, come. O Rafael faz-me lembrar os gatos de antigamente em relação à comida, quando eles comiam tudo o que lhes aparecesse.