Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O mundo felino do Riscas e do Rafael

com os seus donos de estimação

O mundo felino do Riscas e do Rafael

com os seus donos de estimação

Durante quase 5 anos, o Riscas foi o único felino da casa. Em agosto de 2017, trouxemos o Rafael de 4 meses. Não foi amizade à primeira vista, mas hoje em dia, são amigos! Aqui podem encontrar episódios vivenciados por estes dois felinos com seus donos de estimação, alimentação, cuidados e outras coisas mais!
26.Mar.18

Quando recebemos visitas

visitas.jpg

 

Sempre que vem alguém cá a casa penso nos meus gatos. Sim, porque as visitas vão e vem, mas eles vivem cá, são, por isso também, donos da casa.

 

Muitas pessoas não entendem que por mais que limpemos a casa, há cheiros que ficam, mas nem são cheiros incómodos, aliás eu nem os sinto, mas desde que tenho gatos, tenho mais cuidados, aspiro e limpo mais, mas há sempre pelos pela casa, é próprio, faz parte. É preciso paciência!

 

O Riscas costuma esconder-se no início, depois quando ganha confiança, aparece, mas parece-me que ele sabe se gostam dele ou não. Quando é uma visita habitual e ele já conhece até dá turrinhas, e fica à vontade, quando sente que não gostam dele, ele fica de pé atrás. O Rafael ainda não tem maturidade, acho eu, para distinguir quem está com ele e quem não está, e vem ter com as pessoas, porém, não quer colo de ninguém.

 

Já tivemos pessoas que me chegaram a sugerir que os fechasse. Não gostei, mas ignorei para não entrar em conflito. Respeito o facto de nem todas as pessoas gostarem de gatos, mas elas têm pelo menos o dever de os respeitar e de perceber que estão na casa deles e não na sua.

 

Gostava que a convivência entre os meus gatos e as visitas fossem pacíficas, não quero desiludir as visitas, mas também não quero que os meus gatinhos fiquem stressados.